Porque o Windows Phone não decola?

WindowsPhone8Em um mundo totalmente dominado por Android e IOS (IPhone, Ipads), a Microsoft (que chegou meio tarde para o jogo, diga-se de passagem) não tem conseguido recuperar uma grande parcela de usuário para seu sistema (embora não esteja fazendo mal já que ocupa o terceiro lugar).

Logo quando o Windows Phone 7.5 foi lançado eu comprei o HTC Titan (que era o melhor smartphone com o sistema na época), gostei de inicio mas, algumas coisas me fizeram mudar de plataforma e começar a usar Android (Iphone embora seja muito bom, não era/é um preço muito acessível).
Usando as duas plataformas, reparei algumas coisas que a Microsoft pecou no Windows Phone.
 
 
Espantou muitos usuários que acreditaram na plataforma

MockupA Microsoft na época não avisou que caso os usuários comprassem smartphones com seu sistema, não teria atualização para o Windows Phone 8. Foi bem frustrante ver alguns compradores saberem disso, poucas semanas depois de investir na plataforma (detalhe que a Microsoft sabia disso desde o inicio), furiosos por ter comprado um smartphone de R$ 1600,00 que já se tornaria obsoleto em poucos meses.

Claro que alguém pode dizer que no Android acontece a mesma coisa (e acontece), mas, eles tem um ecossistema grande e consolidado. Se você tiver conhecimento (ou conhecer alguém que tenha) seu aparelho não fica obsoleto tão cedo com projetos como o CyanogenMod.

A Microsoft na época disse que a arquitetura não suportava os gadgets da geração do 7.5 (mesmo hoje, a maioria da sua base de marketshare seja todo em aparelhos de um core com 512 megas de memória). Será mesmo que se a Microsoft realmente quisesse não poderia portar (tirando obviamente partes onde não existe hardware, como por exemplo NFC) para um HTC Titan?

Por mais que a Microsoft explique, essa atitude manchou quem realmente apostou na plataforma e imagino que muitos podem estar se perguntando, e o “7.8”?
 
Bem, o 7.8 praticamente foi apenas perfumaria para tentar “agradar” todo o falatório que teve de quem estava insatisfeito, não houve mudanças drásticas e não houve grande melhorias… sem contar que app novos estão sendo investidos apenas na versão 8, deixando apenas updates de segurança para o 7.8 (plataforma essa que a Microsoft sequer comenta).

 

Usabilidade falha

Embora o Metro, UI Modern ou Blocos Dinâmicos (como preferir) seja bacana, a usabilidade em si era muito crua. Parece que alguém teve uma ideia muito bacana e diferente no mercado (qual outro sistema do mercado se parece com o WP?), mas, que não foi desenvolvida totalmente e foi lançado as pressas, deixando os primeiros usuários como “usuários de testes”, tentando melhorar sua usabilidade e falta de recursos simples, como uma central de notificações.

Muitas pessoas podem me criticar dizendo que os Live Tiles (blocos) tem a possibilidade de ser uma “central de notificação” individual, eu até concordo. Mas, como o próprio exemplo diz, é “individual”, você precisa deixar o app em uma localização estratégica ou vai ficar procurando por toda a tela para checar se tem algo diferente, coisa que uma central unificada resolve.
 
 
Problemas com Notificações em segundo plano

Uma das maiores reclamações que ouço na plataforma WP, era os apps que precisavam funcionar em segundo plano, como por exemplo o WhatsApp e Facebook. Qualquer mensagem que você enviava a amigos que usavam WP por esses aplicativos ficava notório que as mensagens chegavam quando bem entendiam, poderia ser no mesmo instante ou até, dias depois.
A Microsoft esta se esforçando nisso e tem melhorado bastante nesse sentido, porém ainda não esta no mesmo patamar que plataformas como Android, IOS ou BlackBerry.

Creio eu, que estes três pilares ajudaram a não deixar a plataforma realmente voar mais alto.
Na minha opinião, a Microsoft tem que buscar a confiança de quem deixou a plataforma por erros passados e também, criar melhorias de usabilidade que a deixem como diferencial no mercado.

Um vídeo conceito que fizeram para Windows Phone 8.1 ou 9, que se fosse colocado em prática, com certeza faria a plataforma crescer:

 

A plataforma não é ruim (nem de longe), eu mesmo tenho um Smartphone com Android que mesmo com todo seu processamento, engasga, coisa que nunca acontecia com o Windows Phone. Então, a Microsoft tem que olhar com mais carinho a plataforma em si, que parece ter um emaranhado de boas ideias, mas, que como conjunto não esta agradando.
 
Ainda acho que é questão de tempo até que melhorem alguns pontos e talvez em alguns anos, se torne uma plataforma que vai brigar com IOS e Android, de igual para igual.

Related Posts with Thumbnails

About Paulo Carinhena

Sou desenvolvedor de sistemas (Trabalho com Visual Studio 2010, Oracle, Sql Server, Firebird, PostGre e Mysql) e Administrador de rede em ambiente Windows, com mais de 10 anos de experiência em mercado.